Atividades divertidas para ensinar Mindulness às crianças nas férias.

As férias são momentos de maior descontração que podem ser aproveitados, não só para estreitar laços entre pais e filhos, como também para transmitir às crianças novas competências que são importantes no dia a dia.

Aqui ficam algumas sugestões de atividades divertidas para fazer em família, que poderão treinar uma atitude mais mindfulness.

Amigos de Respiração
Peça para às crianças para se deitarem no chão e colocarem sobre a barriga um objeto leve. Pode ser um peluche, uma almofada pequena ou algo do género. Diga-lhes para respirarem em silêncio por um minuto e observarem como o seu amigo de respiração (o objeto) se move para cima e para baixo, e para estarem atentos a quaisquer outras sensações que notarem no corpo.
Diga-lhes para imaginarem que os pensamentos que entram nas suas cabeças se transformam em bolhas que voam ou flutuam e desaparecem no céu.

Escute o Sino
Toque um sino e peça às crianças para, de olhos fechados, ouvirem atentamente a vibração do som. Diga-lhes para permanecerem em silêncio e levantarem as mãos quando já não ouvirem o som do sino. De seguida, diga-lhes para permanecerem em silêncio durante um minuto e prestarem muita atenção aos outros sons que ouvem depois do sino parar. Peça depois para elas calmamente descreverem os sons que percecionaram.

Contrair / descontrair. A Meditação Relaxante
Enquanto as crianças estão deitadas com os olhos fechados, diga-lhes para apertarem e comprimirem cada músculo de seus corpos o mais forte que conseguirem. Apertarem bem os dedos dos pés, as pernas, as nádegas, as costas, as mãos e elevarem os ombros até à cabeça. Peça-lhes que aguentem uns segundos e depois se libertem totalmente e relaxem.
Esta é uma ótima atividade para “soltarem” o corpo e a mente.

O sentir do cheirar
Distribua algo perfumado às crianças. Por exemplo, um bocado de casca de laranja fresca, um raminho de salsa, de lavanda ou uma flor de jasmim. Peça-lhes para fecharem os olhos e respirarem o perfume, concentrando toda a sua atenção apenas no cheiro desse objeto. Sugira que descrevam o que sentem com esse cheiro.
O Perfume pode realmente ser uma ferramenta poderosa para o controle da ansiedade e um bom treino para a atenção plena, no momento presente.
(Se estiver na praia, pode experimentar fazer esta atividade num fim de tarde, com o cheiro do mar e ainda acrescentar o barulho das ondas)

O Toque que sinto
Dê a cada criança um objeto para tocar, como uma bola, uma pena, um brinquedo macio, uma pedra, uma concha, etc. Peça-lhes que fechem os olhos e descrevam o objeto a um parceiro. Descrevendo a textura e as sensações que provoca ao toque.

Bate bate Coração
Peça às crianças para correrem e saltarem durante um minuto. Findo o minuto, deverão sentar-se e colocar a mão no coração. Diga-lhes para fecharem os olhos e sentirem seus batimentos cardíacos, sua respiração, e ver o que mais notam em seus corpos.
Peça-lhes que pensem e descrevam outros momentos em que sentem que o coração bater com mais força e mostre-lhes como respirar fundo e com calma, ajuda a acalmar o coração.

O baú das férias – a gratidão
Vai precisar de papel, caneta e uma caixa ou baú. No final de cada dia, reúna a família. Num papel coloque a data e em conjunto, cada um deverá dizer / escrever o que mais gostou e o que menos gostou desse dia de férias. Dobram o papel e colocam na caixa.

No fim das férias, de regresso a casa, vejam as fotos em conjunto e releiam os vossos papéis. Garantidamente surgirão surpresas e coisas que já não se lembravam.
Peça às crianças para falarem sobre seus sentimentos. O que foram sentindo à medida que foram revendo os dias de férias? Como perceberam que estão a sentir esses sentimentos? Quais as sensações no corpo?
Toda a família se sentirá grata por tudo o que viveu em conjunto.

As férias são um ótimo momento para adquirir estratégias que poderão utilizar em qualquer momento. Sempre que se sentirem ansiosos ou tristes.
Lembre-lhes que os pensamentos podem ser transformados em bolhas. Que se apertarem e contraírem o corpo com muita força e depois soltarem, vão conseguir relaxar e que a respiração é a nossa melhor amiga para nos ajudar a concentrar e relaxar.

Texto de Sofia Cid – Socióloga – Pós-graduada em Sociologia da Família;  Educação e Parentalidade Positiva e  Mediação Familiar.
Formações complementares nas áreas da Neuropsicologia infantil e Mindfulness para Crianças.

Comentários