A melhor rede social ainda é uma mesa rodeada de amigos

a esteira da modernização social, os conteúdos da formação cultural básica começam a ser transmitidos com uma carga afectiva diferente, deficitária, muitas vezes omissa por indisponibilidade de uns e outros – e quanto mais subtil é a expressão do afeto, mais facilmente duvidamos dele; sem uma adesão emocional suficiente aos adultos significativos, o processo de aprendizagem das crianças e jovens vê-se perigosamente condicionado, senão mesmo impossibilitado.

Ver mais

SEPARAÇÃO E DIVÓRCIO. AS PERGUNTAS DOS PAIS QUE PENSAM NOS FILHOS…

Em casos de separação e divórcio, nem sempre há a capacidade de “separar águas” (temas do casal e temas da parentalidade) acabando as crianças por cair numa rede densa de emoções complexas, sentindo-se desprotegidos e no meio de um campo de batalha, provocado por aqueles em quem mais confia para cuidarem dele – os seus pais.

Ver mais